Todas as pessoas que têm piscina em casa já se devem ter perguntado qual o melhor método para tratar da água: sal ou cloro? 

Para responder a esta questão com exatidão, é preciso analisar alguns fatores, tais como: o investimento inicial, o preço do produto, a atenção que lhe pode dar durante o ano, a pegada ambiental, etc. No artigo de hoje, vamos analisar o velho duelo entre o sal ou cloro e perceber quais as vantagens e desvantagens de cada método.

Tratamento de água de piscina com sal

Vantagens de colocar sal na piscina

  • Por norma, a água das piscinas tratadas com sal precisam de menos manutenção e menos cuidados porque fazem uma espécie de “auto-limpeza”;
  • Tratar da água da piscina com sal é um processo que envolve muitos menos químicos. O cheiro artificial próprio das piscinas a cloro diminui, e muito!;
  • A longo prazo, os custos de manutenção de uma piscina de água salgada são muito menores que numa piscina tratada a cloro, sendo que a diferença pode chegar aos 50%; 
  • O sal é mais suave com a pele que o cloro, o que significa que pele irritada, olhos vermelhos e cabelo seco serão sentidos com menos intensidade; 
  • A utilização de sal é mais amiga para o ambiente que cloro. Por ter menos componentes tóxicos, a pegada ambiental da sua piscina será mais pequena. 

Sa

Desvantagens

  • Maior acumulação de resíduos nas tubagens, devido ao calcário acumulado na piscina e nos seus elementos;
  • Mais corrosão. O salitre é corrosivo e pode danificar as superfícies de metal das piscinas;
  • Não é possível tratar com sal a água de uma piscina aquecida;
  • Mais custos de funcionamento. O sistema de eletrólise que decompõe o sal e mantém a água limpa trabalha continuamente, o que resulta em mais custos energéticos; 
  • Investimento inicial mais alto que nos sistemas convencionais;
  • Caso seja necessário trocar uma peça ou fazer algum tipo de reparação, estes custos são geralmente mais altos. 

Se optar por este método, saiba que já escrevemos um artigo sobre como tratar a água da piscina com sal. Consulte-o e faça o tratamento seguindo os procedimentos corretos.

Tratamento da água da piscina com cloro 

Vantagens de tratar a água da piscina com cloro

  • Melhor desempenho na limpeza de piscinas. O cloro é o método que continua  a apresentar melhores resultados de eficiência; 
  • A instalação é mais barata;
  • O cloro é um produto fácil de comprar e de encontrar a bons preços;
  • Se por ventura tiver algum problema na sua piscina, será mais fácil encontrar pessoas que façam a reparação e manutenção;
  • Não danifica os móveis junto à piscina.
Usar sal ou cloro influencia o ambiente em redor da piscina

A salitre do sal pode danificar o mobiliário junto da piscina.

Desvantagens 

  • O cloro tem, normalmente, um cheiro bastante intenso e distintivo; 
  • A água de piscina com tratamento de cloro põe os olhos vermelhos, a pele sensível e o cabelo seco. Porém, é importante dizer que estas consequências podem ser controladas se estiver atento aos valores de cloro da sua piscina; 
  • As piscinas de cloro não se auto-regulam, pelo que precisam de mais atenção;
  • Tratar uma piscina com cloro obrigada a que se use um outro químico que faz com que o sol não evapore o cloro rapidamente;
  • O cloro é uma uma matéria química como qualquer outro, pelo que implica um uso cuidado e responsável;
  • É um produto mais barato.

Se tiver dúvidas sobre qual a melhor forma de tratar da água da sua piscina, sal ou clor, saiba que estamos disponíveis para responder às suas questões. Contacte-nos por telefone (282 792 593), telemóvel (917 279 784), e-mail (geral@dreampools.pt) ou pelo formulário no nosso site, que pode encontrar aqui

Bons mergulhos!